Carpe Diem

Carpe Diem Somos prisioneiros do tempo, mas podemos ser livres em nós mesmos.

Fiquei nervoso,
Tua presença me fez perceber,
Algo que eu relutava em esquecer,
Mas que agora não adianta nem querer.

Fiquei nervoso,
Coisa do momento, pensei eu,
Fico gelado, paralisado, olhando fixado,
Disfarço, escondo, mas apenas pareço um tonto.

Fiquei nervoso,
O teu olhar me hipnotiza, não sei o que fazer,
Sua voz suave e delicada encantam sem querer,
Seu jeito dinâmico e ativo me excitam, assim por dizer.

Fiquei nervoso,
E continuo nervoso,
Pois só de lembrar do teu beijo,
Me perco em desejo.

Fiquei nervoso,
Mas isso é apenas um momento,
Um momento com você,
Que agora não sai mais do meu pensamento.

Valores que hoje são aclamados e valorizados,

ontem, foram valores ensinados a deixarmos de lado.

Hoje na onda do camarote e ostentação,

a pureza e a sinceridade parecem fazer mal ao coração,

olham meus acessórios, meus gastos, minha casa,

equecem de olhar os meus olhos, a minha alma.

Constroem um mundo de fantasias, ilusões,

onde o esperto perde toda a sua ingenuidade,

onde o sorriso é comprado e o amor tem prazo de validade,

onde a pressa toma conta e se perde a calma,

onde o brilho do diamante vale mais do que o brilho da alma.

Reblogged from crystalongg

"Pior do que escutar o silêncio é se acostumar com a companhia da solidão
Pior do que receber o vazio é se contentar com o nada
Pior do que esperar o nunca é viver no passado
Mas o pior é dar em diamantes e receber em latão.”

"..Ékstasis, se manter do lado de fora ou dar um passo para fora das rotinas normais da sociedade. O “sair de si” é remédio para o preconceito, o dogmatismo, as convicções inabaláveis e, portanto, paralisantes. É a condição para que, ao retornar de sua “viagem”, o homem se torne melhor.."

Filosofando

O conflito é eterno, conflitamos com os sentidos;

Mas o pior conflito é com a emoção;

Afinal de contas, quem manda? O cérebro ou o coração?

A paixão nada mais é do que uma sensação.

Dopamina e norepinefrina, tudo através de reação.

E depois? O que mantêm a união? Oxitocina, faz focar a nossa atenção;

Nessa guerra entre o cérebro e o “coração”;

Provemos que o amor e a paixão não vêm do coração;

O cérebro provoca tudo através de reação.

Plano de vida, de carreira, status social, situação financeira;

Mais velocidade, mais tempo, mais oportunidade, mais dinheiro;

Mais tecnologia, mais conforto, mais títulos, mais esforço;

Vejo velhos menos sábios, menos satisfeitos, pessoas distantes com menos respeito;

Vejo uma vida menos vida, vejo uma vida menos sentida, vejo uma vida escravagista.

"Minha cabeça explode de pensamentos, crio e recrio planos, discuto comigo mesmo, analiso, critico, elogio! Sinto a máquina que é o cérebro, o poder de processamento, a maravilha da intelectualidade! Mas as vezes tudo o que eu quero é aquela pessoa que, por perto, faz com que eu perca tudo, me perdendo em mim mesmo, ao mesmo tempo em que me acho nela. Me sentir idiota, mesmo sendo esperto. Me sentir desastrado, mesmo sendo habilidoso. Me sentir com alguém, mesmo vivendo sozinho."

It’s too much filthiness and too little concerned

It’s too much triviality and nothing learned

Even love has changed

We are living more and more years

And we are moving away more and more each day

I feel weird, tired and misunderstood

Maybe someday I’ll find my way

Maybe someday you will help me to understand

I’m searching light, but maybe what I need is shadow

When the biggest torture is being without you, any other pain looks like tickle.

Troco: Ouro por ingenuidade.

Troco: R$ por amizade.

Troco: O falso pelo verdadeiro.

Troco: O meu meio pelo nosso inteiro.

Mas o que são palavras então?

Sua natureza tão vaga,

apenas resume tal expressão.

E o que são palavras então?

Limitações de experiências,

vividas apenas pelo locutor,

que faz uso de sentimentos,

sentimentos que tenta transpor.

Afinal, palavras, o que são?

Letras em diferente ordem,

código que serve de comunicação.

Palavras podem ser tudo,

ao mesmo tempo em que nada são.

Palavras são vazias, ocas, sem nenhuma expressão.

Vivo é o leitor, que as preenche com emoção.

Preenche com experiências, alegria e coesão,

tudo depende de quem lê, seu motivo e a sua intenção.

Palavras, palavras e palavras.

Mas afinal, o que foi que eu escrevi então?

A vontade que tenho é de te agarrar,
Exclamar,
Cantar,
Só para mostrar o quanto quero você.

Nada de promessas nem mil amores,
Aqui, agora, você e eu sem demora,
Mas também sem pressa, sentindo cada segundo passar.

Beijo safado, amor dengoso,
Amor feroz, beijo gostoso;
Mil beijos e mil amores,
Aqui e agora,
Esse momento vira história, vira lembrança.
Se não acontecer, sinto muito, eu vim para viver.

Falar besteira, agradar e até mimar,
Não ficamos idiotas quando estamos apaixonados,
Pelo contrário, ficamos mais preocupados com o outro
e deixamos de lado um pouco do nosso egoísmo.

Apaixone-se diariamente,
Pela mesma pessoa,
Por pessoas diferentes,
Por coisas diferentes,
Apenas mantenha essa chama acesa dentro de você

Algo de muito sério acontece com essa nova geração;

estamos todos online, e ao mesmo tempo aqui, não estão.

A informação está aqui, ali e por toda parte,

mas ainda estamos aqui, ignorantes e impacientes.

Nas redes sociais, “amigos” temos de sobra, quinhentos ou mais,

se encontro dez é muito, a relação se distancia e esfria.

Essa tecnologia revolucionou, facilitou, simplificou;

é tudo aqui, agora, na hora em que eu quiser.

Não somos mais simples usuários, passamos a ser usados,

estamos presos à isto, fizeram-nos prisioneiros, pois quem não está ali,

na página do meu facebook, parece não existir.

Passamos mais tempo com nossos computadores, teclando,

do que com nossos amigos, conversando, frente a frente.

Uns dizem que é indiferente, outros concordam que falta contato,

mas o que são as palavras simplesmente escritas?

Sem expressão,

Sem sentimento,

Sem inconsciente,

Sem olho no olho.

Afeto é algo que some, vai se devaneando aos poucos.

Não sabemos quais serão as consequências, o que mudará em nossa sociedade,

em nossas famílias, em nossas vidas.

Será que somos apenas vítimas?

Ou será que estamos construindo algo sem ao menos pensar além da utilidade?

Há diversas consequências atuais, as futuras, com certeza, serão piores.

Pensamentos do dia

Nunca fique satisfeito,

não se acomode,

incomode-se.

Príncipe sempre foi príncipe,

mesmo com outros querendo sua cabeça.

Um príncipe sempre será um príncipe,

independente da consequência.

Todos tentam se encaixar,

poucos têm a coragem de se sobressair.

Individualize-se, mas não se isole.

A característica mais rica que possuímos é o que há de mais puro em cada um de nós.

Destruidores de sonhos e criadores de pesadelos diariamente estão entre nós. Os “iluminados”, “sábios”, “verdadeiros”, “pensadores”, “criadores”, seja qual for a nomeclatura dada à eles, estão às escondidas, mas ao mesmo tempo estão disponíveis a todos; são as tuas escolhas que vão determinar se viverás entre os destruidores ou os verdadeiros.